quarta-feira, julho 07, 2010

POVO SURDO - PARTE I

Recentemente desenvolvi um trabalho.. que foi entregue no curso de Linguagem Brasileira de Sinais, ou simplesmente LIBRAS... o tema do trabalho foi ... "Povo Surdo / Cultura Surda / Comunidade surda ", e basicamente vi a falta de materiais com embasamento, minimamente significativos, para se fazer um trabalho desses... por isso resumi e dividi em 3 partes esse meu trabalho, com intuito de divulgar a realidade das pessoas surdas de nossa nação... 


(...)

A Organização Mundial de Saúde (OMS) tem uma estimativa que 10% da população humana, tem algum tipo de deficiência. Os portadores de deficiência auditiva ficariam com 1,5% desse total.

Hoje a media mundial sobre a população surda é estimada na faixa de 15 milhões de pessoas, com suas características individuais, cultura, e significados próprios.

No Brasil a média é de 5 milhões 750 mil casos de pessoas surdas, conforme foi e enfatizado pelo senso demográfico do ano 2000.

E o principal mecanismo de comunicação dessas pessoas é a língua brasileira de sinais, ou simplesmente libras.

POVO SURDO

O povo surdo se caracteriza como a criação natural de grupos de pessoas surdas, que tem como principais características, a busca de uma identidade própria,e não ouvinte, desenvolvendo atividade do cotidiano, como eventos , passeios, etc.

Mas que tem como principal difusão a integração de seus membros, com intuito de uma comunicação mais direta com outro surdo, difundindo assim a afirmação de seus valores

Afastando assim um processo de inibição que muitos surdos sentem, devido a dificuldade em encontrar outras pessoas que dominem a linguagem de sinais, e como a grande maioria das pessoas que dominam a linguagem de sinais são surdas, esse processo de difusão do povo surdo, se da na sua grande minoria, somente por não ouvintes.

É valido ressaltar que o povo surdo e os encontros do povo surdo, a linguagem de sinais ou LIBRAS, é a forma de comunicação única e exclusiva para esses “eventos”, rechaçando assim, a presença de pessoas que não dominam a linguagem de sinais.

Pois os diálogos são desenvolvidos de forma rápida e um leigo não teria a mínima capacidade de acompanhar uma conversa entre surdos em meio a um evento do povo surdo. Diferente do que ocorre nas comunidade de surdas, onde alem da presença do surdo também habitam aquele meio os ouvintes.

(...)
Amanha vem o post da segunda parte sobre a Cultura Surda...

Comente...
Att...
Carlos Sarmento...

3 comentários:

  1. Olá!
    Estou justamente fazendo um trabalho sobre esse tema na faculdade. Povo Surdo/Comunidade Surda.
    Vou acompanhar os seus posts para iluminar um pouco minhas idéias, já que como tu mesmo falasse, há pouquíssimo material sobre o tema.
    Abraços
    Liliane

    ResponderExcluir
  2. Ola Liliane, Obrigado, caso seja do seu interesse pode pegar todo o material (Parte 1, 2 e 3) do blog, pois fui eu que fiz, com base em um trabalho meu na época do meu curso de libras ... se voce quiser te envio os lnks da parte 2 e 3 se vc ainda não os viu no Blog, um bom lugar para pesquisa é o site da feneis ... www.feneis.com.br ...
    Só te peço, vire seguidora do blog (lado direito da pagina) poois assim fica mais facil para voce ter acesso a novos materias sobre esse e outros temas ...

    Abs ...

    Carlos Sarmento ...!

    ResponderExcluir
  3. Boa noite! Estou fazendo meu trabalho de conclusão sobre a inserção do profissional surdo no mercado de trabalho, gostei do te embasamento, me deu uma boa perceptiva do assunto.
    Iris

    ResponderExcluir

Só serão aceitas mensagens ... com fundamento crítico e não ofensivas ...